Você está em: Notícias»CÂMARA VIABILIZA REALIZAÇÃO DE CIRURGIAS NA COLUNA, PELO SUS

CÂMARA VIABILIZA REALIZAÇÃO DE CIRURGIAS NA COLUNA, PELO SUS

CÂMARA VIABILIZA REALIZAÇÃO DE CIRURGIAS NA COLUNA, PELO SUS
O Plenário deliberou e aprovou a participação do Secretário de Saúde, Lucas Lasmar, na sessão ordinária de ontem (14 de outubro). Lucas ocupou a tribuna para pedir auxílio financeiro aos vereadores, a fim de viabilizar a aquisição de um intensificador de imagens para o Hospital São Judas Tadeu. Segundo ele, um aparelho que estava em uso desde 2004 e já é considerado obsoleto, está com defeito. Um novo custa cerca de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais). Lasmar estima que o uso da referida máquina seja necessário em pelo menos 50 por cento dos atendimentos ortopédicos de urgência e emergência, especialmente, naqueles que envolvem fratura no colo do fêmur, comumente causada em idosos, por quedas. Ela também pode viabilizar a realização de cirurgias de coluna, pelo SUS. Atualmente, os pacientes que precisam desse tipo de procedimento são encaminhados para Pouso Alegre, mesmo com o Hospital Sâo Judas Tadeu estando habilitado a realizá-los. Os edis ouviram os argumentos apresentados e puderam constatar a importância do equipamento, que pode, inclusive, transformar Oliveira em um pólo regional, com a oferta de uma nova especialidade médica de alta complexidade. Leonardo Leão, Geraldo Vieira, Marlon Machado, Ronaldo Gonçalves, Clodoaldo de Paula, Ederson da Silveira, Genival Silva, Antônio Ananias e José Renato expressaram seu apoio e reforçaram a reivindicação de Lasmar. O Vice-Presidente do Legislativo, Francisco Naves, requisitou dados sobre a demanda de uso do equipamento em questão, o vereador Gilmar Cândido afirmou ser favorável ao auxílio da Câmara, desde que os argumentos de Lasmar sejam verídicos e Maria Amanda Vargas de Almeida Sardinha alertou para a necessidade de se identificar prioridades, pois os recursos da Saúde são limitados e as demandas intermináveis. Como a decisão de acatar à requisição do Secretário é de competência exclusiva da Mesa Diretora do Legislativo, houve muita expectativa pelo pronunciamento do Presidente da Câmara Municipal de Oliveira. Geraldo Nicácio Júnior iniciou sua fala apresentando um dado que apurou, segundo ele, o Hospital São Judas Tadeu realiza em média 300 cirurgias por mês, mas tem capacidade de fazer 550. Conhecendo a estrutura da unidade e após ouvir atentamente os argumentos dos colegas, sem hesitar, “Juninho” anunciou seu aval para a aquisição do intensificador de imagens. A decisão foi muito comemorada pelos seus pares, que representados por Ederson de Souza da Silveira, chegaram a propor um Voto de Aplauso para a Mesa. O Presidente, porém, se opôs à proposta por acreditar que apenas cumpriu com seu dever.


© 2020 - Desenvolvido por Lancer